20/03/2013

A voz




Eu tive o prazer e a honra de ouvir duas canções minhas cantadas pelo Emílio Santiago. Uma delas "Sapato na Janela". Que pena! Perdemos um dos maiores cantores brasileiros de todos os tempos. Cantava com voz de homem, docemente, afinadamente, swingadamente, sem os trejeitos steviewonders, armadilha do mundo moderno onde tem caído muitos de nossos jovens e talentosos cantores. O coral dos anjos deve estar dizendo: "Gente. Chegou um negāo brasileiro aí que é o solista que faltava pra gente. A voz dele é divina. Vai fazer dupla com a Elizeth". Vai na fé Emílio. 



Um comentário:

Jama Libya disse...

Emílio Santiago homenagens é muito interessante e profundo ver o sincero carinho e admiração dos mais humildes fãs e a os consagrados fãs dizendo que o Emílio Santiago era o maior o melhor o mais de todos,mas é um de tantos outros que gênios Negros gigantes consagrados da MPB apesar de tantas ótimas referencias e ISO 9001 de super qualidade e reconhecimento nacional e internacional, infelizmente tudo isso não foi o suficiente para realizar o seu sonho, que ele sempre falava em suas entrevistas que era de ter um programa próprio onde que ele mais sabia fazer, cantar compartilhando com amigos do meio artísticos dando oportunidade as novas revelações e junto com esses grandes valores consagrados de MPB com suas lindas músicas, eu acho que seria um programa maravilhoso, mas infelizmente apesar de todo seu valor reconhecido não foi suficiente para convencer os donos das TVs e seus diretores que esse seria um programa do bem e de muita qualidade, hoje a nossa TV é dominada por programas que valorizam o lixo a vulgaridade onde que o leviano e a baixaria é a tônica principal do pseudo ibope, eu pergunto será que o povo e família a juventude gostam disso mesmo ou será que forças ocultas que domina a TV brasileira não querem que o povo valorizem o bom gosto e o talento de pessoas maravilhosas como Emilio Santiago(Que era lindo,simpático,gentil e encantador) e quantos outros, que foram discriminados e excluídos por não ser um padrão de beleza para comandar um programa de auditório,é uma pena não tivemos este prazer de ver o "Programa Emilio Santiago" sorrindo cantando e encantando nosso povo. Taryk Al Jamahiriya. Afro-indigena brasileira. da Organização Negra Nacional Quilombo – ONNQ 20/11/1970 – REQBRA Revolução Quilombolivariana do Brasil quilombonnq@bol.com.br
jamahiriya.libya@bol.com.br