Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 12, 2020

UMA RABADA NA VILA DA PENHA

Na última quarta feira posso afirmar que tive um encontro com os Deuses, eu e meu amigo Augusto Martins. Fomos fazer uma visita a Maiana Baptista e Jane, uma filha, e a outra, viúva de Luiz Carlos da Vila. Estamos armando uma paradinha sobre a obra do Da Vila e era pra ser uma reunião de trabalho. Acontece que Jane resolveu preparar um almoço para nos receber. Amigo, amiga, você não está entendendo. Quando Jane faz um almoço o mundo para e os Deus es vêm para assistir a cena do preparo na cozinha e o efeito colateral em quem come, igual ao vatapá do Filipe Lima. Jane cozinha de tudo, mas é especialista na alta gastronomia carioca que eu adoro. Feijoada, tripa a lombeira, fígado, mocotó, macarronada, rabada, entre tantos outros pratos e quitutes onde o seu famoso jiló frito é o seu pièce de résistance, chiquérrimo. Aquilo na realidade é um canapé que tem o jiló como base e quem frequenta a “Feira das Yabás” conhece bem a iguaria. Voltando ao almoço, Jane prepar