Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho 27, 2008

Imagens lusófonas

Mais uma vez Martinho da Vila me proporciona momentos de prazer em terras lusitanas. Dessa vez ele me levou para jantar na casa do pintor Roberto Chichorro. Eu já o conhecia formalmente de outros camarins em shows no Coliseu de Lisboa, mas sem conhecer o seu papo e a suas tintas. Nosso encontro em sua casa foi uma deliciosa surpresa visual, auditiva e palatável, graças também à comida moçambicana por ele preparada para nós. Um lance meio vatapá, com direito a pimenta da boa e um vinho tinto português supremo. . Na chegada, o visual do pôr do Sol às oito da noite visto de sua janela em Cascais já entregava a intimidade de Chichorro com as cores da vida. Só que no caminho da entrada até o pôr do Sol, parecia que estávamos percorrendo numa exposição de arte. Pinturas dele e de amigos nas paredes. Peças em cerâmica que ele diz só fazer por hobby , tudo com aquela força e beleza de arte africana com cara de modernidade, “sem aquela onda naïf ”, como me disse uma vez o Lenine se referind