Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro 19, 2008

Infelizmente, o choro tem que continuar.

Estava estes dias me preparando para retomar meu blog. Ia aproveitar o assunto do centenário de nascimento do Cartola para fazer isso. Já estava com o texto pronto, só esperando os eventos comemorativos passarem para eu poder chegar com minha crônica, gota de lágrima no oceano das mídias. No background, há um mês e tanto eu vinha vivendo a angústia de ver meu amigo internado no Andaraí negociando com Deus sobre o seu futuro. Então iria aproveitar o assunto do Cartola para mostrar a letra de um samba nosso ainda inédito, em forma de acróstico, que fala de Mestre Cartola. Foi aí que o telefone tocou pela manhã da segunda feira, 20 de outubro, dia do poeta, e confirmou aquilo que eu já esperava para qualquer momento. Meu parceiro Luiz Carlos da Vila faleceu. Na realidade, como dizem os mais antigos, descansou. Descansou mesmo. Nos vários ítens da negociação com Deus, este de ficar aqui pela terra por mais um tempo, o Da Vila perdeu, e nós ganhamos essa saudade que nunca mais vai sair do c