Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto 28, 2016

Ao povo do gueto.

Domingo de sol, aquela caminhada light pelo bairro, um suco de laranja e a parada em baixo de uma sombra  pra  prosear com a patroa. Me baixa aquele momento de reflexão filosófica observando o ir e vir dos pássaros de galho em galho e  os sons  incríveis da natureza em volta. Antes despercebidos, se fazem presentes com volume de ápice de orquestra sinfónica na Sala Cecília Meireles.  Penso então, aproveitando o fato de estar aqui pertinho, que as primeiras conclusões das obras olímpicas são a confirmação de que o Brasil de dois anos atrás não existe mais.  Não foi uma coisa que mudou de repente, foi aos poucos e já venho com essa observação  a   algum tempo, com a certeza de que a martelada final do leilão se dará no Senado Federal ao fim do mês de agosto de 2016.  Entre um cachorro de madame e outro que passa preso a coleira, de sapatinho para não sujar as patas, penso que o Brasil moderno está me colocando em choque (eu queria escrever "cheque", mas o corretor me