15/11/2013

AOS QUINZE ANOS DE IDADE ASSITI PELA TV AO GOLPE 

DE 1964. VIVI TODA A MINHA JUVENTUDE SOBRE AS

REGRAS DA DITADURA E DA CENSURA. PASSADA ESSA

REBORDOSA, VI A VOLTA DE LEONEL BRIZOLA DO

EXÍLIO E SUA VITORIOSA RETOMADA DA VIDA

POLÍTICA. VIVI A VOLTA DA DEMOCRACIA, DENTRO DE

NOSSOS LIMITES, E ME ORGULHEI DA ELEIÇĀO DO LULA

E DE SEUS DOIS MANDATOS. APOEI E APOIO DILMA E

ME INDIGNEI COM A CONVERSA PRA BOI DORMIR DE

MORALIDADE QUE ACOMPANHOU O JULGAMENTO

DO "MENSALĀO". NESTES ÚLTIMOS DIAS ME EMOCIONEI

DEMAIS COM AS HONRAS DE CHEFE DE ESTADO

DEDICADAS AO PRESIDENTE JOĀO GOULART E COM AS

INVESTIGAÇÕES SOBRE O SEU POSSÍVEL ASSASSINATO.

NESTE 15 NOVEMBRO DE 2013, DATA EM QUE SE

COMEMORA A PROCLAMAÇĀO DA REPÚBLICA, VISTA

PELA HISTÓRIA MODERNA COMO UM GOLPE DE

ESTADO, EU DIGO: NĀO SOU PT, MAS EU SOU JOSÉ

GENOÍNO.

Um comentário:

Cláudia Versiani disse...

Assino embaixo.
Cláudia