17/08/2012


Imagina na copa, Túlio?

Aí eu fui assistir ao lançamento do novo disco do Wanderley Monteiro lá no Teatro Rival. Belo CD que eu tive o prazer de participar com meu violão. Aí o diretor do show era o meu amigo Túlio Feliciano, um craque dos espetáculos, um mago dos shows de samba, uma figuraça muito engraçada e muita franca na hora de dizer o que pensa sobre tudo e sobre todos.
Aí, acabado o show, fomos para a inexorável cervejinha no "beco da cirrose", como antigamente era conhecida a Rua Álvaro Alvim.
Eu e Túlio concordamos que esse título é muito mórbido para aquele espaço onde já rolou muita boêmia boa, muitas histórias da música brasileira.
A saudade do Tangará é grande, mas  para compensar, descobri que ali no Escondinho tem uma super carne de sol que não fica devendo nada a Feira dos Nordestinos lá no Pavilhão de São Cristóvão. Vale à pena conferir.
Aí, papo vai papo vem, o Túlio falou, entre outras pérolas, que ele estava adorando a expressão que volta e meia alguém está mandando que é "imagina na copa?".
Qualquer problema que tenha no Brasil ultimamente, seja no trânsito, na política, nos esportes, no sistema de saúde e etc., sempre vem alguém e manda "imagina na copa?".
Aí resolvi pegar este mote para fazer uma série aqui no blog usando este bordão.
Só que quando alguém manda o "imagina na copa?", é sempre na intenção de que tudo pode ficar pior. E aí eu acho isso muito chato. Acho mesmo que, em algumas situações, tudo pode ficar melhor.
Vejam por exemplo a festa de encerramento das olimpíadas em Londres? Aquilo foi muito ruim. Tenho certeza que se eles tivessem contratado o Tulio Feliciano teria  ficado bem melhor.
Aí o meu amigo e parceiro Humberto Araújo não se conteve e colocou no facebook suas observações sobre o the end das olimpíadas de Londres. Veja só:

ENCERRAMENTOS DAS OLIMPÍADAS: Gente, que coisa cafona! Parecia o tivoli parque! Depois do Batman saindo do carro de circo, me aparece uma cantora sentada num banco alto, toda de verde Charada... faltou o Pinguim, o... as pernas da moça não alcançavam o chão e a coitadinha mais parecia um boneco de ventríloquo! E aqueles caras vestindo azul com uma lâmpada na cabeça? Aquela roda-gigante? Tava tudo 
tão azul que eu pensei: é Portela! E a barriga do George Michael? E aquela cara do Lennon que ficou 4 segundos montada? Quando eu percebi quem poderia ser... desmontaram. Os óculos mexiam. Que coisa pavorosa! E aquela multidão de gente saindo de carros e caminhões, ônibus... seria uma homenagem ao CAOS que se encontrava Londres 2 semanas antes da olimpíada: demorei 1hora de ônibus das imediações da Liverpool até o Monument Station! (tipo estação flamengo - estação botafogo). E aqueles Rolls Royces? Que foi aquiiiiilooooo? Show room? Podre! Chegou uma hora que comecei a ficar com vergonha... me 'lembrei' de como poderá ser aqui no Rio: Aquele saxofonista voando num dá pra fazer aqui não! Já deu merda... mas o Leo Jaime a gente coloca no lugar de George Michael, o batman e robin a gente deixa pro Leandro Assun e Marcius Melhem, sai as Spice Girls e entram as Frenéticas, sai o Eric Idle e entra o Fernando Caruso... Getúlio Vargas vai no lugar do Churchill. Perigas ficar melhor! E por falar nisso, Cuño! Aquele Churchill vociferando com cara de zangado virou personagem histérica - mais uma num índex de dezenas figuras britânicas regadas ao som do mais baixo clero do cenário pop inglês. Onde é que estão os Stones, o Rod, o Ringo, o The Who, o Bowie, o Sting, o Elton John???!!!!! Artista que é malandro, num mete a mão em cumbuca. Devem ter pedido o roteiro e... "Roubada! Tô fora!" Péssimo gosto, cafona, careta, pobre e, como se diz lá no Piauí, PÔDI!”

Adorei o texto do Humberto e espero, sinceramente, que ninguém por aqui caia na asneira de tentar imitar a festa inglesa.
Entāo é isso. Vou saindo à francesa, mas cabe uma observação antes: Eu usei a palavra  “Aí” umas sete ou oito vezes neste texto. Imagina na copa, Túlio?

3 comentários:

TOM TAVARES disse...

Meu caro amigo, não há problema algum em tanto "AÍ" no seu texto. O perigo está em, substituindo o "AÍ", sermos obrigados a um doloroso "AI".
E, no tocante à nossa seleção, cujo desempenho hoje já nos impõe tantos "ais"... imagina na Copa, Cláudio Jorge!!!
Um abraço,
Tom Tavares

lafrance quisamba disse...

Boa noite,
Adorei a saída á francesa!.....
Uma coisa que sei: Aquela Copa de vocês vai ter muito mais samba no pé do que qualquer uma outra!
A Seleção não vai tançar e já estou avisando: jogo de final da Copa vai ser Brasil e França.....quem vai vencer eu não sei,na verdade pra mim pessoalmente não faz diferença.
Tomara que quem ganhe ,seja o futebol e o povo brasileiro pois aquele ali é merecedor!
Saudações sambistas e futebolísticas!
Aí,vamos nós!

Rafael Bittencourt disse...

Excelente texto, só li elogios ao encerramento, como não tinha visto, não poderia comentar, mas depois do texto afirmo, foi ridículo...rsrsrs!

Justamente hoje, circula no Facebook, uma bela opção para nossa festa de abertura da copa:
Luzes apagadas, silêncio total e de repente, Mr Catra, com sua voz "cavernosa" Grita ao som do Dj "qualquer coisa": " Vai começar a putariaaaaaaaaaaaaaa"...seria de um evento único, pela surpresa, mas principalmente pela sinceridade...Eu acrescentaria ainda nas arquibancadas um mosaico com as contas das despesas da copa..., lindo! no final, Mr Catra, segurando a mão da rainha da Inglaterra, olhando em seus olhos canta seu antigo sucesso: " Mama me olhando "...é, se estou falando besteira assim, imagina na copa...rs!
Um grande abraço irmão
Ps: Picanha é picanha...rs!