20/04/2010

IMPÉRIO DO HUMOR II

Caros amigos Paulinho Albuquerque, Luiz Carlos da Vila e meu pai Everaldo de Barros. Aproveitando o clima do filme do Chico Xavier que está passando por aqui, ao invés de rolar uma psicografada vai rolar uma "alémgrafada", que é essa coisa sob
renatural de escrever daqui para aí, ok?
Meus camaradas, o Botafogo é o campeão estadual de 2010 vencendo os dois turnos, e melhor, em cima do Flamengo. Melhor ainda, com o Adriano Imperador perdendo pênalti. Mais melhor de bão, com um golaço de penalti do Loco Abreu, digno de crônica poética do Armando Nogueira. Contem pra ele aí.
As águas levaram pra longe um regime que já ficou lá longe no tempo, e os caras ficaram insistindo em querer trazer de volta. Essa monarquia de imperadores, esse saudosismo dos anos 70, festival de woodstock de amor love pra lá, love pra cá.
Os tempos são outros, estamos há muito numa democracia e na democracia a alternância de poder é um fato.
Este importante acontecimento da história da humanidade, veio logo após a lamentável catástrofe das chuvas que inundaram o Rio de Janeiro. Pensando bem, acho que foi meio que um aviso. São as águas pós março fechando o verão, promessa de vida para o nosso coração alvinegro.
Então, meus amigos aí do espaço, acabou o ciclo de derrotas do Bota para o Flamengo. Não tem mais azar, não tem mais chororô, não tem mais juiz ou bandeirinha gostosona, não tem mais golpe de sorte. A máscara foi retirada por dois golpes a um nestes tempos modernos de união latino americana. Aliás, quero lembrar, e estão vocês aí em cima que não me deixam mentir, sou fã da Argentina desde criancinha (rsrs), assim como sou fã do camdombe (sic) e do Uruguai do meu amigo Leonardo Amoedo.
Puxa vida Paulinho, você tinha que ver o Clube depois do jogo. Infinitamente mais cheio do que daquelas outras vezes que estivemos lá. Pena não ter encontrado o alvinegro argentino Vitor Biglione para tomar um morrito como antes, mas Hugo, Xico e eu tomamos algumas latinhas por vocês.
É isso Luiz Carlos, é o princípio do infinito de uma série de vitórias em cima da urubuzada. E você meu pai, obrigado por ter me criado botafoguense, seu neto seguiu os mesmos passos. A Estrela Solitária nos conduz para essa nova era do planeta inaugurada com o nosso campeonato. Quando perdemos tanto foi uma barra, mas quando ganhamos agora, em cima do Fla, é bom pra caraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaalho.
Beijos meus amigos. Um dia falamos ao vivo sobre isso tudo. Mas não se animem não, vai demorar pacas.

5 comentários:

Vivi Fernandes de Lima disse...

hahaha
Boa, compadre! bjs

Malu Cabral disse...

Salve, Jorge! A sua bênção!
Salve, Claudio Jorge, amigo querido!
Está adorável esse texto!E eu acrescentaria aí aquela coisa ridícula que é o Bruno, esparramado tomando aquele gol de penalti de gategoria à la Zinedine Zidane do nosso LOCO Abreu! Impagável!
O homem da noite, além do nosso LOCO, foi o meu amado Jefferson, frio, olhos amendoados, lindo, parece um Deus negro olhando fixamente pro gordão do imperador do "pó de arroz!" AHAHAHA!
Estamos vivendo uma era em que nada mais vai passar batido, nada!Acabou essa coisa que a Globo não deixa, que ninguém pode ganhar do "framengu".Framengu está de quatro no ato, como diz Rita Lee, sem direito a KY!
Salve Jorge, anjo 45.Somos Campeões Cariocas antecipados sem apito!
Beijo, meu querido! É sempre uma honra ler seus escritos, seus poemas, suas crônicas, suas pinturas.
beijo na Renatinha.

Juca Filho /jucafii disse...

Tenho irmãos, tios, sobrinhos, afilhado botafoguense e grande simpatia por vcs. IMpossível não
simpatizar contigo, Zé Renato, o saudoso Paulinho A, o presente Paulinho P (Pauleira, o Malagutti), etc e tao. Mas vc ter citado o espiritismo me explica o que foi que fêz a bola do Loco não passar por cima do travessão. Até ele ficou com o coração na boca naquele penalty...
Parabéns pelo merecidissimo campeonato e que suas palavras sejam realmente proféticas. Abração!
Juca Filho... um flamenguista democrata

Cesar Oliveira disse...

Não é uma completa, total e absoluta alegria, Claudio? Paulinho da Aba anda aqui pela Vila de Noël mais feliz que pinto no lixo!

M.M. disse...

Foi isso mesmo. Depois que o Bacalhau tropeçou no Joel cachaça, virei Botafogo desde criancinha. Só até o final do campeonato, tá ? Agora acabou. Um beijo